SEGREDO (poesia)

Nem mesmo montes o contaram.

Matas, mares, também não rios.

Nem fortes ventos que sopraram.

Noites negras, ou dias frios.

Nem mesmo homens o disseram,

Ninguém da gente o fez saber.

O sol e a lua só o souberam.

E tu agora, não vais dizer?

Não penso mais, não quero mais.

Porque de amar eu tenho medo.

Eu pergunto, tu não respondes.

Só a lua fala: “- É segredo…”

HW Rosin – Rio – 30/03/1974

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: