ONDE MORAS? (Sermões)

“Preservemos a família… salvemos o mundo.” Foi o tema da Sociedade Feminina Missionária em um ano que não tenho anotado.

Gênesis 12:1-3 e Atos 7:2-4.

Premissa falsa. O mundo  será salvo, não pela preservação da família, por mais fundamental que isto seja, mas pela pregação do evangelho. A inversão seria mais correta: “Salvemos o mundo… preservemos a família”. É nesta sequencia que aparece no texto de Gênesis a promessa a Abrão.

Mas como podemos tirar lições para a nossa família, para a nossa vida?

Através desta promessa a Abrão, seriam abençoadas todas as famílias da terra. Mas esta promessa estava presa a uma ordem, ou chamada, de Deus.

Uma chamada dividida em vários atos:

1º.  Sai-te da tua terra;

2º. Sai-te da tua parentela;

3º. Sai-te da casa de teu pai;

4º. Sai-te para a terra que eu te mostrarei.

A promessa também está dividida em vários atos de Deus:

1º. Far-te-ei uma grande nação;

2º. Abençoar-te-ei;

3º. Engrandecerei o teu nome;

4º. E tu serás uma benção:

                4.1 Abençoarei os que te abençoarem;

                4.2 Amaldiçoarei os que te amaldiçoarem;

                4.3 Em ti serão benditas todas as famílias da terra.

1. MORADORES DE UR

Atos 7:2-4 deixa claro que a chamada recebida por Abraão foi quando ainda estava em Ur. E foi aí que ele precisou se desligar da sua terra e da sua parentela. Pela genealogia do capítulo de Gênesis 11:10-32, sabemos que depois do dilúvio, os descendentes de Sem ficaram morando na Mesopotâmia. Pelas idades e anos citados neste capítulo chegamos à conclusão que somente Naor, avô de Abraão e Pelegue, tinha falecido por ocasião da chamada de Abrão. E todos estavam vivos por ocasião do seu nascimento, inclusive, Sem, filho de Noé. Noé falecera 42 anos antes do nascimento de Abraão.

Abrão conseguiu sair de Ur. Da sua terra e da sua parentela. Mas levou consigo, seus pais, um sobrinho, e foi morar em Harã. Parou pelo caminho.

2. MORADORES DE HARÃ

Ou por vontade de Tera, ou de Abrão, o certo é que eles demoraram em Harã. Os laços de natureza (família) impediram a resposta pela da alma de Abrão à chamada de Deus. Embora chamado para Canaã, demora-se em Harã, até que os laços de natureza sejam quebrados pela morte, e então, toma o seu caminho para o lugar que “o Deus de glória” o havia chamado.

As influências da natureza são sempre hostis à plena realização e poder prático da “chamada de Deus”. Somos tristemente propensos a tomar caminho mais baixo do que aquele que a chamada divina põe diante de nós. Tivesse Abrão estado inteiramente sob o poder da verdade que “a chamada de Deus” era para Canaã, e que ali, também, estava  a “sua herança”, e ele não poderia ter ficado em Harã.

Se formos conduzidos pelo Espírito Santo à compreensão da verdade, que somos chamados com uma chamada celestial; que o nosso lar, a nossa porção, a nossa esperança e a nossa herança são de cima, “onde Cristo está à destra de Deus”, nunca poderemos ficar satisfeitos por manter uma posição, buscar um nome, ou ter uma herança na terra. As duas coisas são incompatíveis; é este o verdadeiro modo de encarar o assunto.

A chamada de Abrão para Canaã era uma especulação? Não, seguramente, não! Era uma verdade, uma verdade divina, prática e poderosa. Ele fora chamado para Canaã, e Deus não podia aprovar a sua demora noutro lugar. Foi assim com Abrão, e assim é conosco. Se quisermos ter a aprovação divina, e a presença divina, devemos procurar, pela fé, agir segundo a chamada divina.

Não sabemos quanto tempo Deus teve que esperar por Abrão, mas esperou graciosamente. Contudo, Deus não adaptou ou mudou seu plano à situação de Abrão. Deus ama os seus servos bem demais para privá-los da benção de completa obediência.

Não houve novas revelações em Harã. Quando atendemos a uma palavra de Deus, Ele nos dará outra.

No caso de Abraão, foi a morte que quebrou o laço pelo qual a natureza o prendia a Harã, do mesmo modo, no nosso caso, é a morte que quebra o laço pelo qual a natureza nos liga a este mundo. A mesma cruz que me liga com Deus separou-me do mundo.

3. MORADORES , PEREGRINOS EM CANAà Gênesis  12:5

Como nossos corações conhecem pouco da resposta pronta e decidida. Começamos a calcular os sacrifícios, impedimentos e as dificuldades, em vez de corrermos ao longo do caminho, em vivacidade de alma, como aqueles que conhecem e amam a Deus.

Existe verdadeira benção para a pessoa em cada ato de obediência.

O Deus da glória mostrou a Abrão um melhor país do que Ur ou Harã; mostrou a Saulo de Tarso uma glória tão brilhante, que fechou seus olhos para as glórias mais refulgentes da terra, e revelou que ele as considerasse todas “como esterco”, (Filipenses 3:8) para poder ganhar Aquele bendito Senhor. Ele viu um Cristo celestial na glória; Aquele Cristo celestial, e essa glória celestial absorveram toda a sua vida.

Mas Abrão obedeceu. Chegou a Canaã. Tinha deixado Ur e Harã para trás e entrado no país do qual “o Deus da glória” lhe havia falado. E encontrou lá “os cananeus” v. 6. Porém, encontrou lá também o Senhor. Gênesis 12:7.

Abrão tem como companhia, o Senhor, e não os cananeus. Tem como alvo, o Senhor, e não os cananeus. Tem como fundamento a promessa, e não seria qualquer dificuldade que iria tirá-lo desta promessa.

CONCLUSÃO: Ur é a vida no pecado, onde ouvimos o chamado de Deus por Jesus Cristo. Harã é a vida de um chamado que não coloca sua vida totalmente nas mãos de Deus. Onde ainda algumas coisas deste mundo têm valor. Canaã é a vida de fé. Não importam os cananeus, Sodoma ou Gomorra. Podemos orar por eles. Mas a vida e a família estão acima dos interesses deste mundo. Onde moras? Em Ur? Harã? Ou na terra prometida? Tendo intimidade com o Senhor.

PrHWRosin.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: