JESUS É O SALVADOR(sermões)

João 1:1-3

INTRODUÇÃO:

Jesus – como ele pode ser Salvador? As Testemunhas de Jeová aceitam que Jesus é filho de Deus, e aceitam que ele é salvador. Mas não aceitam que ele seja Deus. Desta forma eles acabam totalmente com o plano salvífico de Deus. Pois se Jesus não é Deus ele não pode perdoar pecados. Porque só Deus pode perdoar pecados. E se Jesus não é Deus ele não é eterno, porque só Deus é eterno, e assim ele não poderia dar vida eterna.

Mas a bíblia diz que:

1. CRISTO É ETERNO

“No princípio era o Verbo”, isto significa que Cristo não foi criado em tempo algum. Sua existência é sem princípio, Ele é eterno. Em Gênesis 1:1 diz: “No princípio criou Deus os céus e a terra”; Este princípio não é o mesmo de João 1:1. Gênesis exclui a idéia da eternidade da matéria; João inclui expressamente a eternidade do Verbo. Antes que os céus e a terra fossem criados o Verbo já existia.

2. CRISTO É DIVINO

Além da eternidade, o evangelista João fala da divindade de Cristo. “O Verbo era Deus”, e não apenas quase Deus. É uma declaração explícita, reiterada pela afirmação de que o “Verbo estava com Deus”, e “ele estava no princípio com Deus.”

A ênfase, a repetição é importante, porque esta verdade é a base sobre a qual se fundamenta todo o Evangelho de João. E sobre esta verdade, também se fundamenta a nossa fé.

3. CRISTO É O VERBO

Cristo – o Verbo eterno – é a principal expressão de Deus aos homens. Ele realizou obras que só a Deus eram possíveis.

Foi ele quem criou o mundo “Todas as coisas foram feitas por intermédio dele” v. 3. (I Co. 8:6; Cl. 1:16-17; Hb. 1:2, 10; e Ap. 3:14.)

O Verbo foi também o sustentador. Nele está a fonte de vida física e espiritual: Colossenses 1:16-17 “Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos sejam dominações, sejam principados, sejam potestades: tudo foi criado por ele e para ele./ E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele.” Somos guardados pelo seu poder e por sua infalível providência.

Tudo quanto o Velho Testamento atribui a Javé (o nome sagrado de Deus), o Novo Testamento atribui a Cristo.

CONCLUSÃO: Este Cristo é Deus. Este Cristo é Salvador. João 1:14 “E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.”

Um salvador eterno que dá uma salvação eterna.

Um salvador divino, pois só assim pode ser salvador: perdoando os pecados.

Um salvador Verbo, pois é a expressão de Deus, criando, sustentando e guardando o mundo.

Neste salvador deves crer e pedir perdão para os seus pecados.

Pr.HWRosin. Os tópicos são baseados em: Pontos Salientes, Juerp. 1977. P. 10-13. Pregado em: 08/10/85 – PIB Cancela Preta; 26/07/87 – IB Viegas; 02/08/87 – PIB Cancela Preta; 20/06/94 – PIB Urucânia; 20/05/95 – PIB Urucânia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: