UMA PROVA DE JESUS (sermões)

Mateus 9:1-8; Marcos 2:3-12; Lucas 5:18-36.

INTRODUÇÃO:

Jesus entrou em Cafarnaum, sua cidade, e vê que vem-lhe ao encontro um homem paralítico sendo carregado por quatro homens.

O que a Bíblia quer ensinar neste texto? A ênfase é dada por Jesus mesmo, em virtude da primeira coisa que ele fala: “Filho, tem bom ânimo; perdoados te são os teus pecados.”

“Perdoados te são os teus pecados.” Quem hoje se importa com pecados? Parece até que as revistas, jornais e televisão querem ensinar aos homens como pecar mais, e não sentir culpa.

A Bíblia diz em Romanos 3:23 “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus.” Já havia falado da situação do homem nos versículos 10-12. Se todos pecaram, logo todos precisam do perdão, para que se reconciliem com Deus. Qual é o valor do perdão?

É exatamente isto que Jesus mostra aqui:

1. JESUS E O PARALÍTICO

Mateus 9:1-2. Em primeiro plano temos o encontro do paralítico com Jesus. Ele é trazido numa cama por amigos, porque não podia andar. Quando Jesus os vê, Ele vê também seus corações, e diz o evangelista Mateus que “ele viu a fé deles”. Por causa desta fé em Jesus é que ele diz ao paralítico (não aos quatro): “Filho, tem bom ânimo; perdoados te são os teus pecados.” Nenhum dos três evangelistas que contam este fato, fala sobre uma reação negativa do paralítico. Não sabemos qual foi o motivo principal porque ele foi levado a Jesus. Se ele queria só a cura ou só o perdão. Mas por não falar em reação é bem possível que não houvesse esta reação. Ele podia estar satisfeito com o perdão dos pecados, e ainda mais, porque ainda estava diante de Jesus, em quem ele tinha fé.

2. JESUS E OS ESCRIBAS

Mateus 9:3-5. Os escribas que ensinavam que somente Deus podia perdoar pecados, disseram que Jesus havia blasfemado. Jesus havia feito algo que compete só a Deus fazer, fazendo-se igual a Deus.

E aqui veremos novamente bem clara a proclamação da divindade de Jesus. Nos versículos 4 e 5 Jesus faz uma pergunta aos escribas: “Qual é mais fácil dizer?” É possível que eles tivessem pensado que Jesus não podendo curar o paralítico preferiu falar no perdão dos pecados, pois isto não é visível. Mas qual é mais fácil? Os escribas ficaram numa situação difícil.

3. A PROVA DE JESUS

Mateus 9:6-7. Jesus pode perdoar pecados? Jesus pode fazer isso? Ele dá prova disso: v. 6a “Para que saibais…” Jesus queria dar esta prova. O objetivo dele foi esse.

Que silêncio deve ter dominado este momento. Quanta expectativa. “Disse então ao paralítico: Levanta-te; toma a tua cama, e vai para tua casa”. E v. 7: “E, levantando-se, foi para sua casa.” Lucas 5:25 diz “… foi para sua casa glorificando a Deus.”

Um hino de glória deve ter subido destes corações em louvor a Deus: “Jesus tem o poder de as culpas perdoar”. (Hino 202 Cantor Cristão.)

Jesus provou que é divino, que pode perdoar pecados, que pode salvar.

Era isso que os escribas não queriam aceitar em Jesus: que ele fosse divino. Mas era isso que o paralítico cria e foi buscar o perdão e a cura.

CONCLUSÃO: A Bíblia diz em I João 1:9-10: “Se confessarmos os nossos pecados ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda a injustiça./Se dissermos que não pecamos, fazêmo-lo mentiroso, e a sua palavra não está em nós.”

Tito 1:2: “Em esperança da vida eterna, a qual Deus, que não pode mentir, prometeu antes dos tempos dos séculos.”

Miquéias 7:19: “Tornará a apiedar-se de nós; subjugará as nossas iniqüidades, e lançará todos os nossos pecados nas profundezas do mar.”

O paralítico, não teve medo, não teve vergonha. Voltou para a sua família, para a sua casa. Jesus liberta da escravidão do pecado, do vício. Faz você ser gente, faz você andar de novo.

Pr. HWRosin. Pregado em: 23/03/80 – Barro Preto (IB Monte Alvão); 13/05/80 – Granja (IB Monte Alvão); 30/05/82 – IB da Gávea; 28/04/84 – IB Magalhães Bastos 3ª; 01/07/84 – PIB Cancela Preta; 24/06/84 – IB do Sarapuí; 03/08/86 – PIB Cancela Preta; ../09/91 – IB Alberdi (Argentina); 25/10/92 – PIB Urucânia; 08/09/2001 – Barro Vermelho (PIB de Urucânia).

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: