NATAL DA CRIANÇA POBRE(poesia)

Autor: Antônio Siqueira

É Natal! É Natal! Dia bendito!

Lá fora passam crianças a bailar,

e, inquietas, vão dizendo, num só grito:

– “Papai Noel mais tarde há de chegar!…”

A noite desce e lá pelo infinito

sonoro e azul, sobem balões, faz luar,

e cada qual recebe desse Mito

um presente qualquer para brincar.

Mas, ao canto de um quarto, a mãe sorrindo,

tão só, ao filho embala com carinho:

– “Dorme, anjo, teu Papai também vem vindo…”

E, da miséria, em meio, ela, porém,

chora porque não pode, ao seu filhinho,

dar o Natal feliz que os outros tem!

Do Guia Rex, 1966. P.20.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: