OVALOR DE UMA CRIANÇA(variedades)

 

Procurei um comerciante e pedi-lhe um donativo para o “Lar Batista Marcolina Magalhães”.

Depois de muita relutância aquiesceu (concordou) em dar dois cruzeiros por mês. Deu logo doze cruzeiros para seis meses.

Um mês mais tarde ele me procurou na sede do “Lar”. Fiquei todo alvoroçado, julgando que trazia uma oferta para o sustento desta casa.

Ilusão.

Queria que eu redigisse uma frase bonita para escrever nas fitas de umas grinaldas que comprara e ia depositar no túmulo de uns amigos.

– “Quanto custaram as grinaldas?” interpelei eu.

– “Quatrocentos cruzeiros”, respondeu ele com entono.

Estão vendo?

ASSIS. Jornal Batista de 24/11/1974, p. 2.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: