PAIS(direto ao ponto)

Amanhã é o dia dos pais. Tenho pensado em como este estágio da vida passa rápido. Nós pais temos muito pouco tempo para transmitir aos filhos os valores cristãos necessários para enfrentarem a vida. Até que idade os filhos são receptivos a conselhos e ensinos? Chega o momento em que não adianta mais falar, eles já estão “formados”. Podem até nos ouvir, mas isso pouco influenciará as suas vidas. Não há mais lugar na sua “formação, ou mais modernamente, formatação”. Eles já estão prontos para a vida. Estando ou não. O tempo de ajudar, instruir, conduzir, passou. E o que temos dado a eles?

Gosto de interpretar a primeira parte do Salmo 127:3 “Eis que os filhos são herança do Senhor…” de uma forma, que talvez até seja a correta, pensando no sentido de herança. Herança é algo que alguém que morre deixa para outro. Assim, entendo que os pais deixam os filhos como herança para Deus. E a pergunta é óbvia: Que herança deixamos para Deus em nossos filhos? A construção dos filhos foi nossa. O investimento nos filhos foi nosso. O tempo investido nos filhos foi nosso. Os valores incrustrados nos filhos foram os nossos. O que deixamos para Deus? O que Deus pode usar dos nossos filhos? Deus é tão misericordioso que até falhas, e acontecem muitas em cada família, são perdoadas e as vezes até transformadas em bênçãos. Isso, porém, não justifica uma negligência dos pais. Ou do pai. Que Deus abençoe os pais.

Pr. HWRosin.

Uma resposta to “PAIS(direto ao ponto)”

  1. Viviane Mendonça Says:

    Oi,pastor! Fiquei muito feliz em poder continuar aprendendo com o senhor através desse blog. Saiba que o senhor é muito importante pra mim e um verdadeiro exemplo de vida com Cristo.Quanto ao artigo,meus filhos ainda não cresceram o suficiente,mas já sinto essa responsabilidade,pergunto-me sempre se estou aproveitando bem o tempo que tenho com eles para enraizar o evangelho genuíno em seus corações.As vezes parece que as competições que a sociedade oferece,seja na escola ou tv,pode acabar por ser mais atraentes que meus ensinamentos.Quando o “desespero” bate pensando nisso,vou pro joelho e oro muito,pedindo a Deus que me oriente e não me deixe desviar da minha primeira missão de plantar o evangelho no coração dos meus filhos. Tento viver um dia de cada vez,peço a Deus para ser o melhor exemplo de serva fiel que eles podem ter.Espero alcançar o meu objetivo…na verdade é praticamente meu único objetivo como mãe. Um abraço! Saudades!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: